21 dezembro, 2012

Mudança no paladar

Buenas pessoas!
Hoje resolvi me aventurar na cozinha com um novo ingrediente: Tofu
Tofu :)


Pra quem não conhece, tofu é um alimento feito a partir dos grãos da soja e o seu processamento o torna um alimento mais concentrado e nutritivo do que o grão original. Tem uma textura parecida com a do queijo, sabor delicado, cor branca cremosa e tem a propriedade de adquirir o sabor de qualquer alimento ou tempero com os quais divida a receita.
Tem valor calórico baixo e é altamente rico em proteína, uma percentagem de gorduras saturadas escassa e total isenção de colesterol. É uma excelente fonte de cálcio, ferro, fósforo e sódio e em vitaminas do complexo B e vitamina E. 

Segredo nenhum: Deixei na marinada com olho shoyo e azeite de oliva por 10 min depois refoguei no alho e cebola, claro que a pimentinha não pôde faltar rsrs





Mas então, me veio a inspiração de falar um pouco sobre essa mudança no paladar que a reeducação alimentar enforça. Porque acreditem ou não, se alguém me perguntasse qual o gosto de um tomate há 6 anos atrás, eu diria: ketchup!
Isso meus caros, a vegetariana atualmente aqui não comia nada de verdinhos ou saladas ou legumes...

A mudança veio extremamente devagar, quando me conscientizei que precisava mudar meus hábitos alimentares o primeiro passo foi controlar as porções, muito importante e hoje em dia é completamente distorcido. Segundo foi ir adicionando uma coisa "nova" por semana. 
Tendo a cabeça aberta pra experimentar e variar fui acostumando meu paladar e me fazendo desejar menos as coisas que não eram interessantes ficar no plano alimentar. Naturalmente fui começando a substituir alimentos de alta caloria e pouca nutrição, por aqueles que estava começando a adaptar de alto valor nutricional.
Mas a mudança tem que ser consistente.
Ai vale experimentar com temperos diferentes, ler e se informar ao máximo sobre os alimentos que você consome, escutar as dicas do seu corpo sobre como você reage a cada alimento, etc.

Escutar seu corpo é vital e tanta gente ignora isso hoje em dia. Podem me falar o que for mas por exemplo se eu comer uma laranja como lanche entre refeições eu não fico satisfeita mas se comer uma pêra eu já sinto que me segura por mais tempo - outra coisa que também aprendi é que frutas sozinhas não sustentam por muito tempo, melhor comer com algum outro alimento rico em gordura ou proteína (ex.uma porção de queijo branco, 5 amendoas, etc).

Acredito que não existe UMA determinada dieta pra todos, tem que existir um bom senso entre você achar o que funciona pra você enquanto aprende a nutrir seu corpo com o necessário pra ter qualidade de vida e saúde.

Ainda tenho muito a aprender sobre mim mas posso dizer que aprendi um bocado nesses 6 anos de reeducação alimentar. Acho que das lições mais importantes e ainda mais difíceis é o relacionamento emocional com a comida. Aprender a separar fome de sentimentos ou tédio ainda é meu grande dilema, mas um passinho de cada vez a gente chega lá!

Never, never, never give up!





13 dezembro, 2012

Coisinhas gostosas

Caraca, to com esse rascunho aqui desde primeiro de novembro eita ânimo kkkkkk mas vamos ao que interessa, escolhi 3 coisinhas gostosas (vegetarian friendly) pra dividir com vocês: uma sobremesa, que é a favorita do meu dengo e que não tem nada de light mas é uma delicia facinha de fazer, uma sopa básica que você pode acrescentar os ingredientes que quiser e um acompanhamento que além de super nutritivo é lindo até pra servir em festas ou jantares.

Primeira linda:

 Cheesecake de Goiba <3


Receitinha que adaptei de um amigo tailândes que arrasa na cozinha, não tenho medidas certas mas se você é tão destrambelhada(o) na cozinha como eu-pelo menos eu tento ne- vai conseguir também hehe

Ingredientes:
1 forma já pronta de torta

230 g de cream cheese (pra quem ta nos states é um pacotinho de 8oz)
1 lata de leite condensado
Sumo de meio limão

Cobertura:
400g de goiabada picada em cubinhos pequenos
Vinho tinto a gosto

Modo de preparo:
Numa tigela juntar os ingredientes do cheesecake misturando bem até formar um creme homogênio, não fica nem muito duro nem muito mole, dose o sumo de limão até que atinja uma consistência boa.
Colocar a mistura sobre a forma de torta.

Numa panela em fogo médio coloque os pedacinhos de goiabada e vá acrescentando o vinho aos poucos até formar um melaço como na foto. Um pouquinho mais além de levantar fervura, mas cuidado pra não queimar!
Espere esfriar e colocar sobre o cheesecake, daí geladeira por umas 4 horas ou se for aperriada que nem eu pode colocar no congelador fechadinha mesmo rsrsrs

Segunda maravilhosa: 

Sopa de Jerimun (abóbora)

Pra quem tá aqui no hemisfério norte, estamos no outono e jerimun é o que não falta. Super versátil podemos inventar milhões de receitas, tá super baratinho e até as sementes a gente aproveita pra tostar um pouquinho no forno e comer pra passar o tempo :)

Ingredientes:
1 colher de sopa de azeite de oliva
1/2 cebola
2 dentes de alho
2 copos (500ml) de caldo de vegetais
1 copo (ou mais dependendo do gosto) de água
2 mãos cheias de espinafre (pode ser couve ou qualquer outro verdinho de sua preferência)
1/2 jerimun cortado em cubinhos 
Ervilhas a gosto 
1/2 colher de chá de Açafrão
Pimenta a gosto 

Turmeric (açafrão) e Butternut squash (abóbora)
Não muito bonitinha e desculpem a marmita  mas garanto que fica diliça!
Modo de preparo:

Numa panela grande dourar o alho no azeite e depois acrescentar a cebola até ficar trasnlúcida.
Colocar as folhas de espinafre e duas colheres do caldo de vegetais, tampe a panela e deixe 5 minutos.
Colocar o restante do caldo de vegetais, a água e as ervilhas. 
Aumente o fogo até alcançar fervura depois abaixe e tampe novamente, deixando cozinhar 20 min
Adicionar o jerimun e deixar curtir mais 10 minutos.

Pronto!

Esse é uma sopa básica, você pode substituir o jerimun por arroz integral ja cozido, grão de bico, ou qualquer tipo de feijão que queira. Sempre coloco pimenta vermelha, ui adoro! 
O açafrão é um tempero típico da índia, tem uma cor e sabor fortissímos, propriedades anti-inflamatórias e me deixa satisfeita. Eu particularmente adoro mas se você não for tão ousado pode escolher qualquer outro que esteja acustumado.

DICA SUPIMPA: Pra conseguir cortar o jerimun com mais facilidade, corte o bicho ao meio, retire as sementes e coloque num recipiente com dois dedinhos de agua (uma metade por vez). Microondas por 5 minutos e ele ja esta mais molinho. Espere esfriar sua apressada! E corte em cubinhos :)
DICA SUPIMPA II: Aquelas sementinhas vão ser um ótimo passatempo quando torradinhas no forno por 10 minutos. 


Terceira yum yum:

Beringela ao forno 


 Pode ir no [Blog da Multigê] que fizemos essa juntas :)


Beijos e inté mais ;*

03 dezembro, 2012

5K loucura e superação


Nossa to me acustumando a vir aqui só uma vez por semana né...aiai melhor que nada.

Nova loucura: Estou treinando pra uma corrida de 5 kilometros o.O

O queeeee??

Sim!!

Mas eu odiaaaaava correr!

É verdade. Mas tem aquela coisa, quanto mais difícil é, menos você quer fazer e se você não tentar, nunca vai melhorar pois só se pega mais resistência quando se pratica [dãaa].

Pois então, meu ódio por correr vem láaaa das aulas de educação física na escola quando por ser uma das mais gordinhas sempre ficava por último quase morrendo e me arrastando, isso quando eu ia, porquê a maioria das aulas eu me escondia na enfermaria tomando AAS infantil (que coisa feia tsctsc- mas atire a primeira pedra quem nunca fingiu ter dor de cabeça pra escapar de umas assim hehe).
Depois da minha reviravolta de perca de peso após o nascimento do meu pimpolho, comecei a ver a importância de exercício e pra quem acompanha aqui no blog, no FaceBook e no Instagram percebe que sou aficcionada por me movimentar.
Recentemente senti a necessidade de sair da zona de conforto e encarar essa minha trava contra a bendita corrida. Contei com meu fiél amigo, irmão e escudeiro Jei. Baita inspiração, outra estória de sacrifício e superação.

Estamos no treinamento e tudo é muito novo, difícil e doloroso mas o gostinho de estar superando meus limites não cabe em mim! Estou super feliz e animada com esse novo foco, na verdade não sei se vou me inscrever pra Color Vibe em janeiro aqui em Ft. Lauderdale - Florida, ainda...Nunca corri na rua e sei que é beeeeeeem diferente de você correr na esteira...
Hoje fiz meus primeiros 5 kilometros sem parar! Me senti a mulher maravilha quase sai voando da academia kkkkkk Foram 37 minutos suados e os últimos metros penosos, mas valeram muito a pena. A cada pensamento negativo que vinha eu lutava com mais força, focava na respiração, abstraia com frases de impacto e pessoas que me apoiam sempre vinham na cabeça pra me dar aquele gás pra continuar.
Quase desisti na esticada final, meu coração tava quase saindo pela boca mas aguentei, me arrepiava toda, cada músculo da minha perna pedia pra parar mas eu sabia e la no fundo eu sentia que podia continuar e tinha que continuar.

VENCI!

É só o começo, não penso em parar, quero melhorar minha condição pra não penar tanto nas próximas vezes e se tornar uma coisa mais natural. Faço também P90X 2-3 vezes por semana e yoga só pra alongar nos dias de intervalo de correr.

Outra coisa é que engordei...Não sei ao certo quanto, mas vejo a diferença. Minhas pernas nunca estiveram tão musculosas mas a gordura vem se acumulando no abdomem. Me adaptando com o vegetarianismo ando tirando muita das proteínas que necessito de comidas ricas em carboidratos, derivados de leite (iogurte grego e queijo) e oleaginosas (castanhas, manteiga de amendoin e amendoas), acho que isso tem contribuído, mas SEI que é questão de tempo pra entrar NATURALMENTE no ideal ao meu corpo.  Isso sem falar nos altos e baixos emocionais (descontados nos doces) e reuniões familiares agora no fim do ano o bicho pega pra segurar o olho grande.

Estou bem, me sentindo ótima, saúde de ferro, e posso contar os dias que não me sinto disposta, beeeeeeem diferente de pré-vegetariana. Por isso, continuo firme e mais forte que nunca.

Gente! Amo feedback, fiquem a vontade pra me xingar ou dividir idéias sobre os assuntos aqui escritos. Escrevo o que vivo e adoraria saber de mais histórias, dificuldades, vitórias, dicas, outros blogs e etc. Sigo mais blogs em inglês porque sou preguiçosa pra procurar em português rsrs mas adoraria achar mais blogs de brasileiros com esse foco em nutrição (mais que uma dieta pra perder peso) e estilo de vida saudável.

Beijocas e vamos em frente!



26 novembro, 2012

Síndrome de patinho feio

Oe!
Eu sou linda!
Eu não me acho. Eu sou!

Explicando: eu falei sou linda, isso NÃO quer dizer sou melhor que você, sou superior a você, mais bonita que você, perfeita sem falhas, narcisista, popularmente aceitável, modelo, capa de playboy, ou qualquer que seja o pensamento distorcido que caiba quando uma mulher diz que é linda.

Isso apenas quer dizer que estou me olhando com uma outra lente; lente que me permite aumentar o zoom em todas as áreas positivas e apreciar cada mínimo detalhe pelo valor que realmente tem, sem ter que me comparar com qualquer outro estereotipo do que é considerado beleza.

Passei minha vida inteira com a síndrome de patinho feio. Não sei se a denominação existe, mas é o que mais perto pra minha realidade. Na minha cabecinha eu sempre fui a gorda, a que não merece ser amada, a escanteada, a piada do grupo, a coitadinha, e etc. Notem que eu disse: na minha cabecinha, porque isso não condiz exatamente com a realidade, só é o zoom aumentado de algumas atitudes preconceituosas de quem age por ignorância/maldade, a quem eu dava extrema importância.

A partir desse ponto de vista distorcido eu fundei minha base de insegurança, não acreditava em mim e nunca achei que seria capaz de mudar e conquistar algo bom na vida. Os outros escolhiam por mim o meu próprio destino pois afinal pra que me importar se eu mesma não achava que merecia nada de bom?
Tinha raiva e geralmente descia o verbo nas "populares" e meninas consideradas pela maioria como exemplos de beleza. Na verdade queria ser uma delas e como não conseguia, julgava como a pior classe da face da terra. Eu sei é triste mas coisa linda é o progresso do ser, e eu posso dizer que evolui e muito nesse setor.

Não posso dizer que estou completamente curada da minha síndrome mas com muita força de vontade consegui mudar o foco de beleza para bem estar e isso requer coragem. Mas uma coragem imensa de quebrar e revoltar os padrões, quase uma raiva que explodiu depois de tantos anos ou vivendo presa em ilusões ou me odiando por não saber dar valor a quem eu era.

Todos nos somos dignos de amor e nos vermos com mais carinho. Não há razão alguma no mundo que você seja desmerecido em comparação com qualquer que seja. Sempre há o bom, sempre há um motivo a ser grato, basta trocar as lentes e escolher ser corajoso.

Antes de criticar alguém sempre pare pra pensar antes de falar:
Isso vai ajudar essa pessoa em que?
Vai me ajudar a evoluir?
Isso não é apenas um reflexo da minha própria insegurança?

Se você não está feliz com o seu corpo, avalie os motivos:
Estou dando o real valor que mereço?
Por que não estou satisfeito, será que estou me comparando com os outros ou quero ser o melhor que EU sou capaz de ser?
Eu sei qual é o meu melhor?

Esses são apenas pensamentos aleatórios, o assunto é muito mais complexo. Eu ajo energicamente todos os dias pra re-treinar minha mente a focar nas coisas boas. Leio e muito mensagens de auto estima, amor próprio, como lidar com os traumas de ter sido obesa a maior parte da minha vida e coisas do gênero porque basta um comentário de alguém mais próximo não tão bem colocado pra vir a tona as feridas que carrego.

Cada um sabe de suas dores, não há dor pequena nem grande, existe a sua dor e ela é real, é sua e você é que tem que descobrir o melhor jeito de lidar com ela. Respeito é necessário. Sempre.

"Pessoas fortes não colocam ninguém pra baixo, elas as levantam."





19 novembro, 2012

SpinManiaca

Demorei mas cheguei!
Tudo belezura por aqui, semana passada foi da tpmonstra mas consegui sobreviver sem matar ninguém :)

Fui pro spin hoje de manhã e no meio la da suadeira me caiu a ficha que já faço spin há quase 3 anos...Geeeente, foram muitas milhas, muito suor, muita adrenalina e posso dizer que subi uma ladeira e tanto. Sempre amei bicicleta e quando entrei numa aula de spin pela primeira vez enlouqueci juntando coisas que amo: bike, controle e musica alta :) Dai resolvi fazer um post com os melhores e piores que descobri nesses 3 anos de amooooor hehe

Spin geralmente dura de 45 a 60 minutos e é uma aula bem puxada, garante um banho de suor e muito gasto calórico. O instrutor vai dando as coordenadas sobre marcha (mais pesada simula uma subida, mais leve simula um terreno plano ou descida) mas você pode ir no seu próprio ritmo e mudar conforme for pegando mais firmeza.
Tem gente que pensa que quanto mais rapido você for, mais calorias perde, mas indo muito rápido numa marcha leve vai gastar as mesmas calorias de você coçar seu braço. Sério. O segredo é ir aumentando a marcha mantendo a mesma velocidade pra pegar resistência.
Existem milhões de treinos diferentes que podem ser feitos numa bike indoors. Queimar mais calorias, mais gordura, pegar mais resistência indo mais longe e mais pesado, treino mais pra velocidade, etc. Depende do instrutor pra onde vai levar a aula, mas quando me arreto eu mesma coloco meus fones de ouvido e faço minha aula individual hehehe Música pra mim é essencial.

Bom vamos aos princípios


Pra evitar traumas no joelho (eu morria de dor até descobrir a posição correta na bike), o celin tem que estar na altura do seu quadril quando em pé ao lado da bicicleta e quando sentado o joelho fica levemente flexionado quando a perna estica (figB).A altura do guidon (é assim que chama mesmo? rsrs) depende mesmo do seu conforto pra não forçar a coluna te deixando muito curvado.


Aqui a gente tem o sapato apropiado pra spin, nunca usei por sinal, mas dizem que é incrível a diferença, vamos ver se me dou de presente de natal rsrs. Pra quem não investiu ainda (como yo), a dica é colocar só o peito do pé no pedal e apertar a correia, se seu pé for totalmente pra frente você vai perder força e corre o risco de ficar com pouca circulação depois dos 30-40 min (como eu...comecei a ficar com dormência). Sempre mantenha o pé plano, nunca apontado pro chão.

As principais posições são: #1 sentada com as mãos relaxadas sobre o guidon #2 em pé levente inclinada sobre o guidon #3 totalmente inclinada sobre o guidon.

Detalhe super importante: O guidon está ali só pra leve apoio, não coloque seu peso todo se você quiser mesmo malhar suas perninhas.
Em todas as posições SEMPRE mantenha o abdomen contraído pra evitar forçar a coluna sem necessidade, SEMPRE relaxe os ombros e SEMPRE olhe sua postura. Um bom instrutor sempre chama atenção pra posições corretas, se você não tem muita experiência, pergunte.

Muita gente reclama que o celin machuca e blablabla mas isso tem jeito. Eu nunca usei aqueles shorts com gel ou capinha pro celin alcochoada e acho que calejei mesmo porque hoje não incomoda em nada hihi.
Nem precisa falar que alongamento é lei antes e após a aula. Geralmente a última música é pra diminuir os batimentos cardiacos aos poucos e alongar. Se você estiver sentindo dor em algum outro lugar além das pernas, preste atenção porque deve estar fazendo algo errado, ou posicionamento ou tensionando demais a parte superior.


Spin não é um bicho papão, meu único risco é não variar porque uma vez o corpo se acostumando com um tipo de treino, você não vê progresso, daí tento variar mais os instrutores, aumentar a marcha e a velocidade, ir mais longe e outras coisitas mais.
Hoje numa aula de 60 minutos minha média é 18-22 milhas (28-35 km) dependendo se vou a maior parte do tempo numa marcha mais leve (ritmo mais rápido) ou mais pesada (ritmo mais lento). Uso o monitor de ritmo cardíaco Polar FT7  (adoro números) e fico brincando alternando meus batimentos; depois faço um post pra explicar melhor a brincadeira. Faço 2-3 vezes por semana porque AMO mesmo rsrs.

Tente coisas diferentes e se surpreenda!
Beijocas ;*


12 novembro, 2012

Paixonite aguda meu auto-diagnostico

Buenas pessoas :)
Tentando dormir aqui e a cabecinha fervilhando de idéias então melhor escrever.

Sabe aquele friozinho na barriga quando se está apaixonado? Gostoso ficar pensando 24 hrs na pessoa, ter aquela sensação que tudo está bem, que podemos conquistar o mundo, que tudo é lindo e perfeito e... porque não viver isso todos os dias?

Eu preciso estar apaixonada o tempo todo. É um dos meus combustíveis, é o que me faz sentir viva, ter garra pra continuar a jornada. Apaixono-me por músicas, treinos, novos desafios, pelos simples e extraordinários acontecimentos do dia a dia.

Pelo meu trato de personalidade eu funciono como uma esponja absorvendo as energias ao meu redor. Se eu tiver energias boas e focar nelas eu fico 100% positiva, busco me aprimorar, motivar, aprender e ofereço o meu melhor, mas também tem o outro lado que se eu entrar em inércia eu acabo desanimando e afundando em milhões de pensamentos negativos, que não posso conquistar nada e não tenho poder pra mudar.

Minha principal motivação hoje é ter bem claro na minha cabeça como eu me sinto nos dois extremos. A partir dai eu escolho qual dos lados alimentar. Se me vejo carregada de problemas o que tenho que fazer é buscar inspiração, ler e voltar minha mente pra dentro. Tirar o foco das coisas que não consigo resolver e entrar em sintonia positiva novamente. As batalhas as vezes são intensas mas o prazer de erguer a cabeça e dizer "eu posso" fala mais alto.

Reafirme pra você mesmo suas metas, fale em voz alta, tenha isso claro em sua mente o tempo todo e nunca deixe que nada nesse mundo te faça duvidar que você é capaz (a não ser que você esteja pensando em se jogar de um prédio de 30 andares e sair voando....bom senso salva vidas!).

Apaixone-se. É um ótimo remédio, e ainda é de graça ;)

"Se não houver paixão na sua vida, então você realmente viveu? Descubra sua paixão, o que quer que seja. Se torne e deixe ela tornar você, você irá descobrir grandes coisas acontecerem por você, pra você, e por causa de você."
[desculpa ae a tradução meia boca, to com sono :P]


09 novembro, 2012

Livre, leve e solta

Amo essa foto, já a tenho há algum tempo no meu pc e sempre que a vejo me dá uma sensação boa, uma vontade de voar...
A semana tem sido boa no geral. Firme nos exercícios fui ao spin 3 vezes o.O e fiz alguns exercícios localizados so pra não dizer que né... rsrsrs
Na alimentação foi marromenos, caprichei nos almoços consegui planejar direitinho os snacks e café da manhã mas na janta não tinha muito apetite...Daí bagunçou um pouquinho porquê me forcei a comer na hora que não queria e me dava fome logo antes de deitar. Saímos do horário de verão aqui no sábado então acho que isso ajudou um pouco me deixando louca.

Em relação ao vegetarianismo estou me adaptando também, primeiro mês foi barra em relação a balancear os nutrientes, sempre sentia que o corpo pedia algo mais, tenho notado que meu intake de calorias aumentou pra compensar a proteína. Estou aprendendo, e gostando disso. Vivo por desafios  e esse tem se mostrado bem gratificante.
Desde que comecei tenho notado o sistema digestivo muito melhor, não fico empachada com a comida pesando 1 tonelada no estômago, vou ao banheiro todos os dias (vitóoooria), minha pele está mais limpa, mesmo na tpm não tenho tido espinhas, tenho mais disposição, energia durante o dia todo, minhas unhas estão crescendo fortes novamente (yaaaay!), enfim, como dá pra perceber, o esforço tem valido muito a pena.
Sempre pensei que nunca sobreviveria sem carne, mas provei que estou milhões de vezes melhor sem ela, não sinto um pingo de falta e simplesmente não entra mais de jeito nenhum. Tentei pelo menos peixe, mas não rola mais...O organismo simplesmente rejeita. Outra coisa boa também é que estou muito mais consciente do meu bem-estar, se algo me faz mal na hora eu já sei o que é, é como eu estivesse em total sintonia e isso eu nunca senti antes.

Já to me preparando psicologicamente pra tpm. Próxima semana o bicho pega e do jeito que sou ansiosa to toda sentimental já hehehe. Vou fazer yoga esse fim de semana sem falta, tirar um tempo pra mim todos os dias (SÓ pra mim), escutar muita música, ser positiva e consciente em tudo que faço e chocolate meio amargo é lei.
Ontem experimentei tomar meio copo de leite de amendoas morno com 2 colheres de cacau em pó (sem açúcar) e um sachezinho de adoçante natural (stevia), amei! Super cremoso e satisfez muito o espírito da formiguinha rsrs.

Vou deixando vocês com algumas fotos e um video que me toca muito, é da minha querida Alanis (sou fã, fazer o que....). Minha interpretação é como é fácil distorcer a idéia de quem somos se levarmos em conta o que os outros julgam de nós pelo que eles percebem ser real. Cada um, dependendo de sua experiência de vida, tem sua própria visão individual de alguém mas isso não quer dizer que é realmente a verdade.
Sejam seguros no que vocês realmente são e seus valores, porque crítica não construtiva e negatividade tem de sobra por ai...
Bejokas :*


Acima (esq) minhas ervas- salsinha, manjericão e menta (dir) edaname e suco de beterraba, cenoura e laranja Abaixo (esq) arroz integral, brocoli, cenoura e grão de bico (dir) salada com zuchini, brocoli, salsa picante e mozzarela fresca com tomate e manjericão


05 novembro, 2012

Eu amo fitness!

Ok, deixa eu repetir pra ter certeza que niguém entendeu errado:

EU AMO FITNESS!

Amo sim a sensação maravilhosa que me dá quando vejo do que meu corpo é capaz de fazer, amo superar meus limtes, amo suar, amo a ficar dolorida, amo sentir o coração querendo sair pela boca, amo tanto que até arrisco dizer que trocaria qualquer jantar romântico com meu esposo por uma trilha de bicicleta no park e qualquer jóia de presente por um tênis ou material esportivo kkkkk.

Mas só porquê vivo arrotando por ai que vou na academia e/ou me exercito todos os dias, não quer dizer que sou boa ou que me garanto em tudo. Exemplo mesmo é yoga que sou apaixonada mas a luta contra meu eu mais destrambelhado e sem equilibrio é dura :)

Estou longe de ser a mais atlética de todas e beeeeeeeem longe de ser a gatchenha sarada, mas eu posso dizer com muito orgulho que a estrada que caminhei hoje tenho prazer em correr rsrs Quero dizer que estou na melhor forma que já estive em toda a minha vida. Muito mais consciente do meu corpo e suas funções e alerta pro que me faz bem e não.
Mas a jornada é individual e progressiva. Só com tempo e paciência é que você começa a compreender melhor o que funciona e o que não.

Hoje em dia o que mais tem por ai na mídia são dicas de treinamento, alimentação, suplementos pra te fazer um super-herói e proteínas sintéticas que prometem te dar todos os músculos que você já tem e mais um pouco.

Peoples! Moderação e bom senso por favor.
Nem tudo que funciona pro povo lindo da revista vai funcionar pra você. Se a "Gisele Bunchen" diz que come uma folha de alface por dia e fica 12 horas numa academia não significa que é a total verdade e que você vai ficar iNgual a ela se assim o fizer.

A melhor coisa que já fiz em termos de fitness foi esquecer tudo o que já lí e ouvi dos ratos de academia.
Sério.
Tudo o que tá na moda de fazer hoje pode ser desmentido e afirmado que não é saudável amanhã.

Primeiro passo pra quem quer entrar em forma é escolher algo que te dá prazer. Pra uns é um esporte, pra outros é caminhada e pra aqueles que preferem a mastigação sinto muito, mas vá arrumar um jeito de se mover nem que seja entre quatro paredes rsrsrs.
Se você tem um objetivo em mente de perder tantos kilos em tanto tempo, e faz de tudo por isso, boa sorte. É muito possivel, mas passar dos seus limites demasiadamente e restringir alimentação e -muito realidade hoje em dia- substituir por energéticos e shakes (bombas) de proteína sintética pra obter um resultado provisório pode ter consequências não tão legais tanto no emocional e psicológico tanto físico, como uma disfunção metabólica.

Pra quem é totalmente sedentário, qualquer coisa ajuda. Subir escadas ao invés de elevador, caminhar mais em qualquer oportunidade, tirar breaks no trabalho (ou no intervalo da novela) pra fazer alguns movimentos, se alongar, etc.
Pra quem já tá na estrada a um pouquinho mais de tempo, a chave é variar e escutar seu corpo sempre.
Seu corpo se adapta muito rápido a qualquer atividade e tende a "economizar" energia (combustível=comida=calorias) se preparando pra aquilo que já sabe que você vai fazer, dai se você fizer sempre a mesma coisa, não verá muita transformação (se for esse o objetivo). Por isso o sucesso desses programas de treinamento como P90X ou Insanity, eles continuamente mudam os exercícios pra não deixar seu corpo ter tempo de se adaptar e acomodar.

Outra coisa importante pra quem tá começando é postura correta em qualquer atividade escolhida. Muito importante pra evitar lesões, o objetivo não é chegar abalando a boca do bangú, vá com calma e se tiver em dúvida não faça, pergunte ou pesquise antes. Contraia sempre o abdomen pra proteger a coluna e te deixar mais consciente do movimento.

Eu gosto de sentir os músculos trabalhando, aquele ardor que parece que vai dilacerar no meio kkkkk E isso pra quem só fazia levantamento de garfo é uma vitória haha.

Exercício bom bonito e barato:

Esse é um movimento que a primeira vista é simples, mas é muito eficaz se feito corretamente, experimente ficar nessa posição por 1 min, dai vá aumentando conforme vai se sentindo mais forte. Bem legal acompanhar o progresso nessa ai, é o famoso Plank:




Essa já é um pouco mais avançado:

Side Plank
Por hoje é só, to eu aqui linda e quase ruiva depois da minha super power janta que foi uma porção de edaname e dois copos de suco de beterraba, cenoura e laranja com um toque de menta. Menino! To cheia! Pra quem pensa que não é nada ó: 370 calorias, 18g de proteína 6g de gordura. To fechando o dia com 70g de proteína limpa e 100% vegetal ha!

Bjokas :*

04 novembro, 2012

A culpa é de quem?

To eu aqui sentada no sofá comendo pipoca com meu pimpolho e assistindo bob esponja, pensando com meus botões...
Toda vez que a gente sai da linha tem uma desculpa pronta carregada na ponta da língua né?

Essa semana aqui foi metade boa, metade perturbada. Atolei o pé na jaca depois do halloween, definitivamente não estou preparada psicologicamente pra ficar a sós e deprê, com a casa cheia de chocolates :/

Fiquei tristinha porque meus amigos retornaram ao brasil. Além de serem pessoas extremamente agradáveis, compartilhamos a mesma filosofia de vida querendo ser mais saudáveis e por sorte do destino somos vegetarianos.
Bom demais quando a vida traz essas surpresas assim, uma boa amizade é sempre bem vinda e renovadora.
Apoio também é necessário. Tenho encontrado muito on-line mas ao vivo, ver que funciona mesmo com pessoas que você conhece, é bem mais divertido.
Ela tá sempre por aqui, é a Geyse Miguel do blog multige.blogspot.com.br com muitas receitinhas deliciooooosas.

Foram curtos dias mas muito bem aproveitados, aprendi muito sobre mim mesma e sobre dar valor as coisas que tenho tão facilmente aqui na florida e que passa batido de tão acostumada que estou. Sem falar no carinho e cumplicidade deles que são como dois amigos inseparáveis.

Dai a partir dessa quedinha foi surgindo uma e outra desculpa pra exagerar na comida e me sentir uó no outro dia. O aspecto psicológico de culpa eu já superei, só o físico mesmo é que pega na hora de exercitar sempre fico inchada e sem motivação, enjoada, com mais desejos que vem do nada e sem paciência (calma não preciso de teste p gravidez-ainda) Fiz algumas sessões de HIIT durante a semana e hoje to na base do chá e comidas leves pra compensar a lambança.

A culpa não é de ninguém nem de nenhum acontecimento. A escolha de ter um pedaço a mais ou a torta inteira é ultimamente meu. Eu que decido a hora de parar.
Comida sempre foi minha válvula de escape e zona de conforto, especialmente doces.
Então tá lição aprendida, vamos correr atrás do preju essa semana e ser meu próprio herói =]


29 outubro, 2012

Mas você tá emagrecendo?


Você nasceu original, não morra uma cópia.
 Essa foi a pergunta que uma amiga me fez quando comecei o blog enquanto falavámos sobre toda minha empolgação de estar tentando modificar a dieta (hábitos alimentares), em diminuir a quantidade de carne, me comprometer mais em exercícios diários, ser mais ativa, etc.
Minha primeira reação de orgulho ferido foi revidar na hora e dizer: Eu vou provar a vocês [pessoas que não me apoiam e não fazem questão de entender] que é sim possível modificar seu corpo e se manter saudável, com uma alimentação balenceada e exercícios, sem pilúlas milagrosas e sem se matar de fome!
Que bobinha....[eu]
Pra quem eu preciso mostrar/provar algo, além de mim mesma? E se mesmo assim eu chegasse até o objetivo que todos imaginam como bem-sucedido (corpo sarado) será que todo o comprometimento da minha sanidade e bem-estar valeriam a pena?

Nada contra minha amiga, ela é livre pra pensar o que quiser e eu a amo o suficiente pra entender que somos diferentes em vários aspectos e mesmo descordando em muitos tópicos, nossa amizade supera as diferenças.


Mas até hoje penso nisso... A cada semana que se passa e eu fico tentada a "medir" meu sucesso pela vista dos outros eu me lembro dessa ambiguidade que envolve perder peso, se manter saudavél e em forma. Claro que não vou ser hipócrita e falar que estética não passa na minha cabeça (quem não quer perder aquelas gordurinhas que tanto incomodam pra fechar a calça??), mas isso está longe de ser A única prioridade na minha vida.
Meu sucesso é bem maior do que me limitar a um número na balança e seguir a modelo da revista beirando a linha da anorexia. Minha filosofia de vida hoje inclui um mundo muito mais amplo, meu valor está inteiramente ligado com meus principios e minha família, me re-educo todos os dias com amor e completa auto-aceitação incluindo todas as falhas, deslizes, quedas, fundos-do poço, celulites, espinhas, gordura(s) localizada(s), dias-de-cabelo-ruim e etc. Isso é um processo longo e lento. Hoje vivemos rodeados por pessoas que dão mais valor à aparências e status e somos bombardeados pela mídia mostrando pessoas consideradas esteticamente aceitáveis que não condizem muito bem com a nossa realidade de simples mortais cheios de "imperfeições".
Quem estipula o "esteticamente aceitável"? Quem tem o direito de apontar o dedo e te chamar de gorda/o? A quem você dá a liberdade pra te colocar pra baixo e dizer que você não tem valor porquê não se encaixa nos padrões?
Cheguei no meu limite. Não aceito mais desaforo, nem vindo dos outros, nem de mim mesma - porque as vezes eu sou a minha pior inimiga e juíza. Quem tem algum problema sobre como eu sou é problema dele, não meu. Cansei de ser pra agradar. Não vale a pena meu suor, esforço e determinação se no final o resultado é o mesmo: frustração por nunca ser boa o suficiente aos olhos dos outros.

Pra muitos, eu sou apenas mais uma obstinada em academia e paranóica com alimentação mas eu não estou aqui pra provar nada pra ninguém. Cada um é livre pra pensar e julgar o quanto quiser. Tenho consciência que faço o meu melhor e isso é o suficiente.

Amo fitness, exercícios, adrenalina, aventuras, alimentação equilibrada e nutritiva mas também amo doces, bolos, tortas, cozinhar pra família e amigos, sair e tomar um drink ou outro, comer batatinha com dip de queijo gorduroso, tomar yogurt congelado e encher de guloseimas com meu pimpolho, enfim, momentos que se quisesse um corpo "perfeito",  eu não poderia me dar ao luxo. Por quem mesmo que sou saudável? Se não for por esses momentos então pra mim não tem graça, não faz sentido mesmo.

Meu foco = minha saúde, minha meta = a que eu possa manter pra vida toda.


Namaste ;*

26 outubro, 2012

24 de Outubro <3

Tudo arriba?
Vindo aqui pro meu check-up, tudo indo bonitinho, atividade física em dia e comida balanceada.
Dia 24 comemoramos 2 anos de namoro *.* casei com o sr.Esmaik Brandão em maio deste ano, mas ainda comemoramos nossa data de compromisso, quando finalmente decidimos parar com a "amizade colorida" e firmamos meta para nosso relacionamento sério. Sou muito grata a Deus por tê-lo do meu lado, nenhum relacionamento é só flores e apesar dos altos e baixos e sermos completamente diferentes, de uma forma extraordinária nós nos completamos perfeitamente. Vai entender o destino! Hehe

Bolei um jantar especial com seus favoritos do sushi ao cheesecake de goiaba e celebramos nossa noite regada com vinho e boas lembranças.
Tive meu pedacinho de cheesecake (receita coming soon!) e curti cada caloria kkkkkk mas meu plano mirabolante continua a todo vapor, não vou me privar de momentos especiais por nada. Minha sanidade depende de equilíbrio e esses momentos fazem parte dele.

Outra ponto muito importante na jornada de quem luta contra obesidade/peso é apoio. Esmaik não entende muitas vezes minhas frustrações e traumas porque nunca viveu isso, mas me apoia 100% nas minhas decisões (contanto que sejam saudáveis rsrs) e ter uma pessoa que me ama independente de qualquer escolha e diferença, é maravilhoso.
O que não torna impossível se não tivesse esse apoio, só é menos difícil. Quero dizer que muita gente por ai não se dedica ou perde fácil a motivação porque ninguém do seu lado ajuda.
Povos! Se amem! Se você não se der valor e não estipular a maneira de como que ser tratada você NUNCA vai ter nada bom do seu lado.
É na mudança de mente que você muda suas atitudes e transforma seu meio. Não é ao contrário! Você escolhe, você atrai, você constrói.

Eu só escrevo o que vivo, e eu vivo demaaaais isso. Todo-santo-dia!

Fotinhas abaixo de algumas invenções e eu e modengo. A receitinha do cheesecake escrevo mais tarde, não sou de medir nada exato dai tenho que me lembrar que danado inventei pra fazer direito kkkkk

Bjokas!

23 outubro, 2012

ooooH mico!

Oiewn!
Acabei de fazer 30 min de Interval training em casa e ja peguei minha dose de endorfina do dia. Meu humor SEMPRE melhora depois de qualquer exercício :)

No último post falei que tenho que puxar minha orelha porque já estava me acomodando novamente (oh sina), não gosto da sensação de "estar deixando levar" e "empurrando com a barriga".

Então essa foto pagação de mico total faz parte do meu plano mirabolante de estar em dia com minha alimentação e exercícios diários. Tá ai a prova hehehe.

A primeira foto acima foi a janta de ontem, tortilha com feijão preto refogado com cebola, alho, um fio de azeite e muito espinafre pra complementar, a baixo tem o almoço de hoje, mais uma porção do feijão de ontem com cenoura, tomate e pepino. Como hoje ja comi bastante frutos secos, vou deixar pra adicionar mais proteína na janta que estou planejando fazer um hamburger de vegetais (veggie burger).



Esse é um printscreen do programa que uso no iphone pra checar calorias e nutrientes do meu dia. Chama-se Lose it!
Isso foi o resumo de ontem, o total de calorias foi 1,440 com atividade fisica em torno de 600 (pelo meu heart rate monitor ficou em 780 mas eu corto o aquecimento), fiz 10 min de esteira e 1 hr de spin.
Por ser vegetariana, digo que chegar aos 74g de proteína não é tarefa fácil, tive ajuda do shake de proteína vegetal que tomo pos-treino que é de 22g... Mas complementei com espinafre, queijo cottage pela manhã, muita fruta, sanduiche de pão sírio, enfim, comi bastante, uma grande variedade e fui dormir satisfeitinha com meu dia. Não me preocupo com a quantidade de gordura porque o que realmente lasca tudo é a saturada e ai a gente vê que foi relativamente baixa.
Não vou ficar também super neurótica contando cada mini nutriente, isso é só mais uma fase pra me fazer entrar na linha novamente, tenho que me desafiar sempre se não relaxo e entro no piloto automático arrumando todas as desculpas do mundo pra não me exercitar e comer o que bem quiser na hora que bem entender.

Hoje não tava afim de ir pra academia então fiz só um treino básico de interval training em casa mesmo, e caraca, to por fora viu hehehe foi podre o rendimento por não estar acostumada, mas o negócio melhora com mais prática. Spin é minha paixão, apesar de muito intenso, meu corpo já se acostumou daí sempre tenho que dar uma mexida diferente porque seu corpo se adapta muito rápido, se não mudar sempre, você empanca mesmo.

Por hoje é só!
Espero que estejam na linha também.
Bjokas ;*

21 outubro, 2012

Re-enforçando o não

Lá vamos nós mais uma vez.
Recomeçar, focar, estabelecer metas e reavaliar o plano de ataque.

To relaxando demais, não gosto de me sentir desleixada e preciso estar sempre me desafiando pra poder ter aquele gás e motivação de continuar progredindo.
Relaxo e digo sim a todas as exceções, vou inventando desculpas e deixando levar do jeito que dá, o que acaba me deixando acomodada, empurrando tudo com a barriga, que por sinal não para de crescer.

Alimentação é vital, passando pelas adaptações necessárias ao vegetarianismo estou me sentindo mais confortável e equilibrada depois que a bomba da tpm passou. Agora é correr atrás e organizar meu plano mirabolante.
Fato é que apesar de toda faxina mental que tenho feito em relação a auto-estima, não posso me dar ao direito de estagnar ou ganhar peso desvairadamente. Não me preocupo mais com balança, mas tenho uma base do que me considero no "melhor" que posso estar e eu ja to me afastando demais desse ponto. Hora de arregaçar as manguinhas e dizer NÃO.

NÃO aos lanchinhos sem necessidade, a comer por olho grande, abrir "exceções" todos os dias, transpor as frustrações e/ou raiva na comida, compulsões, ansiedades, desejos que vem do nada... Enfim, coisas que so estão contribuindo pra minhas calças ficarem mais apertadas e meu rendimento nos treinos declinarem.

O plano é:
1) organizar melhor as refeições dentro das calorias que estipulei,
2) escrever pelo menos 3x na semana, 3) exercitar no mínimo 30 min por dia.

A meta é conseguir reduzir ate chegar no meu melhor e manter tendo energia pra aguentar o rojão e saber que estou fazendo o que é certo por mim. E claro que quero entrar nos jeans que eu tanto gosto :)

Sem exceções fúteis mas não vou sacrificar saúde por aparência, jamais!

Aceito desafios, alguém se habilita? Hehehe

;)



20 outubro, 2012

Tpmonstra

Tantas coisas pra falar essa semana mas a bagunça nos horários e cansaço imperaram junto com a tpm.
Engraçado como hormônios mudam as mulheres sem nem perceber. Olhe, pra quem não sofre, é dificil entender; mas eu não desejo isso nem pro meu pior inimigo (talvez muahahaha).

Tento de todas as formas possíveis e imagináveis reduzir os efeitos pra pelo menos não sobrar tanta faísca pros que me rodeiam mas às vezes é incontrolavel.
Fim de semana passado foi maravilhoso, recebemos um casal amigo de recife e foi bem fora da rotina, passeamos, compramos, comemos e jogamos muita conversa fora. Algumas jacadas mas perdoáveis porque afinal foram exceções de verdade.
Durante a semana não fiquei por baixo na atividade física, foi bem movimentada com spin, nike training club e exercícios localizados.

Mas nem a correria do trabalho e academia me fizeram escapar dos altos e baixos, irritação, dor lombar, fome insaciável e inchaço. Pelo contrário, stress só aumenta. Estava tão aérea que nem me dei conta da bendita tpmonstra.

Quando eu vejo que ela ta chegando ja planejo algumas táticas como planejar alimentação, fazer mais yoga e algum tipo de meditação pra me ajudar a focar em mim e nos meus reais sentimentos. É extremamente fácil pra eu me desligar e seguir em piloto automático sem cuidado com a alimentação caindo nos supostos "desejos" e é ai que mora o perigo, ou é 8 ou 80. Se começar numa coisa que não vai me fazer bem huuum é dificil parar.

Exemplo: meu fraco é açúcar, se eu não planejar minha refeição antes de começar a cozinhar pros meus guris (marido e filho), eu começo a apelar pro mais fácil e rápido: cereal com leite e claro chocolate em pó. E uma coisa puxando a outra, na tpm é bem mais difícil regular as vontades porque é quando estou mais vulnerável a seguir o instinto animal que não tem rédeas e juntando com o habitual mal-humor=bomba!

Um suplemento que tenho tomado há quase 2 meses e com uma melhora significativa é extrato de magnolia (officinalis bark). Fiz algumas pesquisas sobre e é bastante usado pra reduzir stress, resolvi tentar e aprovei.
Mas nada é milagroso, se tiver mudanças bruscas de rotina e acúmulo de atividades eu caio no automático e dai só descendo o monstrinho mensal pra passar.

Voltando ao normal hoje, aos pouquinhos.
Também acho que a adaptação ao vegetarianismo e alguns nutrientes que possam estar em falta podem ter contribuído pra semana bagunçada.
Comecei hoje uma vitamina específica para vegans e dha algae (fonte de dha e omega3 pra quem não come peixe).
Estou também inserindo linhaça e mais frutos secos na dieta. Peso anda flutuando mas eu sei que é questão de ajuste, não vou pirar com isso agora.

Paciência, paciência. Uma hora tudo se encaixa.

Besos ;*


12 outubro, 2012

Enfiei o pé na jaca. E agora?

Acontece.

Todo mundo sai da dieta, do plano, do "ideal", do que normalmente saciaria sua fome mas sua mente quis mais.
Ter controle exato de TUDO que se come ainda esta um pouco fora dos meus planos de reeducação alimentar. Tenho uma boa noção sobre porções e valor nutricional mas às vezes é automático. Velhos hábitos como o vício por comida aparecem toda hora como se fosse um fantasma que me rodeia hehe.

Oi?!

10 outubro, 2012

Queimando 24 hrs! Post #2

Ola pessoas lindas e que se cuidam!
Pra quem não acompanha o blog (que coisa feia tsctsc), esse é o segundo post da série que vou tentar explicar os básicos do livro Flip the Switch que prega que você pode treinar seu metabolismo pra queimar gordura 24 hrs por dia. Seguindo algumas dicas desse livro foi que comecei minha jornada a ter um estilo de vida mais saudável, com mais energia e saúde.

No Post #1 eu coloquei 2 exercícios simples pra começar a fortalecer os músculos. Agora que já estamos todos sarados (cof, cof) vamos a teoria. Porque pra mudar de verdade você precisa deixar seu lado meio nerd florescer e saber como a bagaça funciona.

Seu corpo é uma máquina milimetricamente projetada pra funcionar em harmonia. Todos os órgãos trabalhando devidamente sincronizados de acordo com suas atividades, emoções, escolhas, e etc.

Usando uma generalização básica; quando você não faz digamos, a melhor escolha no seu dia-a-dia, seu corpo responde. O acúmulo de gordura (oh buchinho que não me pertence!) é inevitável se você come pra alimentar sua vontade e não sua necessidade. Tirando todo sentimentalismo dos porquês e pra ques, todos nós sabemos que comida é combustivel e se não for usado, acumula.
Ok, temos os famosos distúrbios hormonais, principalmente nós mulheres, mas sem mais desculpas, médicos estão ai pra ajudar. Ainda passo maus bocados por causa de tpm mas isso é pra outro post, vou compartilhar como tenho lidado melhor com isso.

Voltando ao livro, no capitulo 3 ele dá os 12 passos pra você se "ligar" e "desligar" o acúmulo de gordura e cansaço.
Vamos falar da primeira hoje.

  1. Acorde com o pé direito: A primeira coisa que você faz assim que acorda, tem um tremendo impacto no seu dia. Com 6 simples estratégias você pode transmitir a mensagem: "este será um dia ativo, cheio de energia"

  • Energia calma ao invés de tensão, correria
Comece devagar, mesmo que tenha que colocar o despertador 10 min antes, levante e se dê o prazer de apreciar mais um dia, mais uma oportunidade pra começar certo. Quem gosta de meditação, este é um excelente horário. Vá acordando cada parte de seu corpo aos poucos, quem sabe até um alongamento possa ajudar.
  • Alguma atividade física em até 1 hora de acordado
Agora que você já está calminho e pronto pra começar seu dia lindo e azul, é hora de agitar. Mas não tanto. O livro indica qualquer atividade brusca mas rápida, como polichinelos, pular corda ou flexões (há vários tipos e modificações pra quem não consegue fazer a regular, youtube salva), no máximo 20-30 repetições. ´
  • Exposição a luz
Preferencialmente a do sol mas se ainda não amanheceu (meu caso aff), ligue todas as luzes que puder o importante é que seu corpo entenda que tá na hora de começar a trabalhar rápido. Sem falar que 5-10 minutos de exposição ao sol por dia ajuda na absorção de vitamina D no corpo, pegar um solzinho não mata ok brancas-de-neve.
  • Café da manhã
Seu corpo passou por um jejum de no mínimo 8 horas (sonho meu) e precisa de ser nutrido adequadamente agora. Pra mim o que funciona é meu café preto e forte mas sempre como algo, nunca saio em jejum. Cada um tem seu ponto de vista aqui no café da manhã que melhora seu dia, pra mim é manter leve mas que tenha proteina e carboidrato suficiente pra encarar o trabalho.
  • Mantenha o foco em auto-regulação mais que auto-controle
Auto-controle funciona quando tudo na sua vida está em harmonia e sem stress porque quando as bombas vem, todo auto-controle vai pro beleléu. Auto-regulação toma espaço quando você sabe suas metas e sente que tem energia e força pra conquistá-las, acredita que seu corpo tem o poder de se trasnformar e isso ajuda a sair fora das distrações e tentações do dia-a-dia que vão atrasar seus objetivos.
  • A mentalidade "ligada"
Se observe, sinta que tudo que você faz tem uma consequência, se "ligue" nos seus atos e palavras pra estimular uma mudança positiva e assim criar um ambiente agradável e ajustar seu comportamento pra ser a sua versão melhorada.


Prometo ir colocando mais dicas do livro, tem muita coisa interessante.
Espero que gostem ;)


03 outubro, 2012

Distorção corporal e minha revolta contra generalização do "ideal"

Vou logo avisando, esse é grande e contém partes de ira chocantes.
Para os preguiçosos de plantão, no fim tem fotos do antes e depois.

Use com moderação.

Inspira...Expira....
To precisando de uma boa yoga.

Ok, começando pelo começo, tenho andando meio sentimental novamente. Mas isso não vem ao ponto.
O ponto é que tenho lido bastante sobre amor-próprio e auto-estima´ultimamente. Proposiltamente as pessoas e páginas que acompanho no facebook, twitter e afins são pessoas reais, que dão valor a pessoas reais, com reais problemas e tentando de uma maneira mais natural possível ser saudável e estar em forma.
Hoje pela manhã vi um post no Go Kaleo com o {video} que me deixou bolada. Pra quem não tá afim de ver ou não saca inglês o resumo é que a ancora do noticiario recebeu uma carta de um certo homem falando que basicamente ela era muito gorda pra aprensentar o jornal e que representava um mal exemplo pra sociedade, especialmente pra adolescentes, sendo ela obesa.

Primeira revolta. Meio óbvia.
A resposta da jornalista no video é emocionante. Fala de que não é ok insultar uma pessoa desta maneira sendo que ele não a conhece e não tem a menor ideia da sua vida. E fala também de como tem se "normalizado" esse tipo de comportamento ou discriminação por não ser parte do esteriótipo aceitável pra maioria como bom exemplo.

Gente isso é muito sério.
Pra um adulto bem-sucedido e com suporte de amigos e família pode não ser grande coisa, mas imagina isso com uma criança...Ou pior, com seu filho (a)...

Me lembrei que pouco tempo atrás numa das minhas conversas antes de dormir, com meu filho de 5 anos Joshua, eu falei pra ele o quanto ele era lindo. Todo inocente ele retrucou na hora, mas mamãe, eu nem estou com minha roupa bonita!
Gelei.
Muito verdade que eu o elogio quando ele esta com uma roupinha mais legal ou com o cabelinho arrumado. Sempre elogio tambem um bom comportamento ou quando se supera em alguma atividade, mas o que ficou na cabecinha dele é que ele so é bonito, quando esta arrumado e com roupas boas. E logo eu que luto contra meu proprio preconceito hoje e distorcao corporal por anos e anos, não percebi o que estava bem aqui debaixo do meu nariz.
Beijei, abracei, agarrei, apertei e olhei bem nos olhinhos dele falando o quanto ELE era lindo. Seus olhinhos cor de mel, sua biquinho lindo falando "mamãe", seu nariz de porrote (igual ao da mãe), suas mãos de pianista, seus pézinhos de pão, e etc...Ele ria pra se acabar.

Com isso tudo na minha cabeça fervilhando fui trabalhar e a tarde fui fazer a feira semanal. Por entre comprar e investigar os conteudos nutricionais de cada coisa na minha lista, escutei a conversa de uma mãe (brasileira) e seu filho de aproximadamente 12 anos sobre como aquele biscoito que ele queria comprar era o que estava engordando ele. Quanto mais eu escuto, mais meu sangue ferve. E la ia ela, e quantas calorias esse tem, e quanta gordura e aquele outro tambem nao presta e tudo vai deixar ele mais gordo e blablabla.

Segunda revolta. Ja tava transbordando o ódio, quando agarrei um cookie qualquer e sai de perto pra não me estressar mais, fui comendo e continuando a feira.
Que raiva. Agora de mim e da mãe psicotica. De mim, porque não pude fazer nada pra ajudar aquele menino, e ainda me empanturrei de cookie sem necessidade nenhuma. Sera que aquela criatura não percebe a BOSTA que esta fazendo na vida do seu proprio filho?
Provavelmente não. E quem sou eu tambem pra julgar o jeito dela cuidar do filho, não a conheço nem sei do histórico. Mas me tocou a situação. Vi nele como se fosse meu filho, com aquela carinha doce e jeito meigo perguntando sobre um lanche e um bully dizendo o quanto ele tava gordo e tinha que parar de comer o que mais gostava.

A influência que mães e familia no geral tem sobre a formação da criança é de extrema importancia. Isso vai ficar enraizado pra sempre na cabecinha dele e juntando com todo o preconceito que uma pessoa de sobre-peso já sofre na escola e na rua, vai se formando um ciclo de destruição da sua auto-estima e distorção de seus valores como pessoa.


>>"Quando criança eu NUNCA escutei nenhuma mulher me dizer "eu amo meu corpo", nem minha mãe, nem minha irmã mais velha, minha melhor amiga. Nenhuma mulher nunca falou, "eu tenho orgulho do meu corpo". Então eu faço questão de falar a Mia (filha), porque uma perspectiva fisica positva tem que começar cedo." Kate Winslet.

Concordo em genero, numero e grau.
Me revolta, revolta, revoooolta demais ver o jeito que algumas crianças são tratadas pelos próprios pais, os que deveriam amar incondicionalmente sem nenhum preconceito. Sem falar no puro exemplo porque, o que voce acha que a crianca aprende , quando tudo que vê é a mãe tentando mais uma dieta e com a auto-estima no subterrâneo, odiando seu corpo e so vendo imperfeições? Coisa boa sobre seu próprio corpo é que não...

Pra quem nunca teve problema com peso é dificil entender a cabeça de alguém obeso. É dificil lidar com alguém que pensa em comida 24 hrs e que tem uma relação afetiva com hábitos alimentares não tão saudaveis. Quebrar um ciclo de pensamentos negativos é muito, mas muito complicado.


Meu maior peso na adolescencia

2003 +ou- 100kg

Vejo meu exemplo. Sempre obesa minha vida toda, mesmo depois de ter perdido quase 40 kilos, minha cabeça ainda estava completamente estagnada na mesma imagem de obesa. Pra mim era uma surpresa entrar numa roupa da moda que sempre vi mas nunca imaginei caber em uma, não era costume me olhar no espelho e me "ver" de verdade, me sentir bem. O único relacionamento que tinha comigo era: vc ainda ta gorda, precisa emagracer 5 kilos pra chegar no seu peso ideal.



Em 2008 meu filhote com 1 ano (115kg) e 2009(+ou-75kg)

2011



Progresso 2010







70 kg em 2011
Descobri um outro mundo, na verdade entrei num mundo que só conhecia por fotos dos outros e que dizia odiar só porque não pertencia. O mundo dos magros e populares, lindos e perfeitos que na verdade vivem de aparência e de mostrar uma realidade que não existe.
Entrei em paranóia pra perder os tais 5 kilos pra chegar no meu "peso ideal", tenho 1,75 e o tal ideal é 65 kg mas eu não conseguia baixar de jeito nenhum. Na verdade eu ja estava no meu limite, era academia todo dia sem exceção, 7 dias na semana e comida regrada contada cada minima caloria. Loucura. Pura loucura. Vida de balada, sem muitos objetivos, vivendo cada dia mais triste e desiludida.

O ponto que quero chegar com isso é que hoje eu vejo quão importante é o acompanhamento psicológico no emagrecimento. Geralmente quando se tem problemas com peso desde criança os traumas são muito maiores que só um número na balança.
Não existe o "ideal", existe uma média generalizada pra se ter um ponto de referência, cada um é diferente, seu peso ideal depende de genética, estrutura corporal e milhões de outros fatores. Ficar enlouquecendo pra perder aquela gordurinha é a maior tolice que já acreditei.
O que é saudável a meu ver, é achar seu meio termo, um peso que você pode manter com seu nível de atividade física e em uma dieta balanceada e nutritiva.
Ser saudável não tem nada a ver com o ideal de beleza popular. Todo mundo (principalmente mulheres) que conheço, sofrem com traumas sobre seu corpo. São lindas, deslumbrantes e as vezes as mais bonitas são as mais traumatizadas e com a menor auto-estima.

Ame-se! Se você não sabe ainda se amar, aprenda! Treine, estude, faça o que for necessário mas quebre o ciclo de odiar seu próprio corpo e se submeter a loucuras, pílulas, shakes, e rotinas extenuantes pra alcançar um objetivo ideal ilusório.

Hoje depois de um treinamento intensivo pra aprender a cozinhar as delícias mineiras pra agradar meu esposo  (desculpa esfarrapada pra justificar meu relaxamento), engordei novamente. Não tanto mas engordei. Já tive altas crises mas hoje me considero mais estabilizada e tenho evoluído bastante no setor da auto-aceitação. Me conheço melhor e aprendi com meus erros. Não estou satisfeita com meus 80kg perdi meu guarda-roupa quase todo mas não vou mais entrar em paranóia pra emagrecer. Não vou mais me submeter a uma auto-flagelação sem o menor sentido.
Amo, sou amada e agradeço a Deus todos os dias por um filho lindo e saudável que meu corpo foi capaz de conceber, por ter uma saúde de ferro, por meu marido que me ama "decunforça" e por ter coragem de todos os dias de acordar e mudar minha história.
Um passinho de cada vez.

Namaste! 


26 setembro, 2012

A evolução da dieta

Aaaaah você já abraçou um vegetariano hoje?
hehehe

Dieta pra mim = nutrição. Já passei por vários estágios nos últimos 4 anos. Comecei lendo e me informando de porções, calorias, alimentos mais nutritivos e etc, tudo pra chegar num ponto onde me sinto confortável com minha alimentação e ter mais consciência do que meu corpo realmente precisa. Nunca consegui seguir nenhuma dieta pré-estabelecida, pra mim é auto-flagelação! Nada contra quem faz, cada um segue o que funciona pra si, e pra mim, restringir nunca funcionou. Pelo contrário, toda vez que restringi alimentos ou calorias demais, sempre me via em episódios de gula depois e todo o ciclo de tentar "correr atrás do preju" na academia e por ai vai água abaixo, mas isso é pra outro post....

Então minha reeducação alimentar foi evoluindo, até que entrei em completa sintonia com meu corpo deixando de vez carne :) Não prego que é o melhor hábito alimentar do mundo, é apenas o que funciona pra mim. Não foi meu amor pelos bichinhos nem nenhuma estrela de Hollywood que me motivou, apenas fui retirando aos poucos e vi que meu corpo responde bem melhor a exercícios, meu sistema digestivo melhorou 100% (não mais prisão de ventre aleluuuia) e tenho mais energia em geral se tirar proteina animal da dieta.
Existem fontes inesgotáveis de proteina vegetal; algumas verduras, sementes e oleaginosas como castanhas, amêndoas, nozes funcionam perfeitamente.

Nessa piramide de alimentação vegetariana pode-se ter uma idéia de como combinar os alimentos e distribuir durante o dia pra ter uma maior diversidade de nutrientes.

Meu plano de alimentação hoje ainda consiste em contar calorias, ainda estou no processo de me libertar disso rsrs mas até que tenha total controle sobre minhas porções, eu não posso relaxar demais, porque comida ERA meu vício, e sou aquela que "come" minhas emoções então vai demorar ainda um pouquinho, mas estou chegando la.
1 refeição principal por dia (geralmente almoço ou até 30 min após cardio muito exaustivo) e mini refeições divididas a cada 3-4 horas chegando ao máximo de 1600 calorias em dias mais puxados e dias normais chego no máximo a 1300. Lógico que não sou máquina e não me submeto a passar fome jamais, sou um pouco flexível e me dou ao "luxo" de uma deslizada se realmente valer a pena.

Isso combinado com exercícios diários; faço porque amo, sou apaixonada por movimento, me sinto bem, livre, leve e se não tenho minha dose diária pode esperar por alguém ranzinza e cheia de desejos infinitos por açúcar (meu fraco).

Mais uma vez digo, vale a pena você experimentar e se conhecer até chegar numa dieta balanceada que funcione especificamente com você!

A partir de 25 de setembro de 2012, sou vegetariana. Oh! Feliz por mim, mais uma vitória na minha jornada de descobrimento de mim mesma hehehe.

;)

24 setembro, 2012

Segunda-feira meio "Laurinha"

Quem não assistiu a novela Carrossel quando era pequeno, sinto muito mas a minha infância/pré-aborrecência foi muito lesgal no ponto de vista televisivo rsrs. E tinha a Laurinha na novela, e ela era a gordinha toooooda sentimental.
Não sou de demonstrar muito sentimentos mas isto não quer dizer que não sinta, e quando sinto eu sou ou 8 ou 80. Hoje estou no 80 do sentimental.

[Tradução: Eu queria poder mostrar a luz descomunal do seu próprio ser, quando você esta sozinho ou na escuridão]

Aconteceram algumas coisas específicas esse fim de semana que me deixaram matutando. E geralmente quando penso demais eu tendo a ir pro meu cantinho, minha zona de conforto, que é a melancolia. Hoje eu percebo quando estou indo la, e não me privo de ir nem luto contra, eu estou tentando me aceitar e isto faz parte de mim, só não deixo que me domine e sobreponha os pensamentos positivos modificando meus objetivos, me deixando acomodada e escondida no meu mundo.

Hoje também é meu dia off de malhação, pode ser também que tenha a ver...Quando estou em altas doses de endorfina (hormonio produzido em resposta à atividade física e durante o orgasmo, visando relaxar e dar prazer, despertando uma sensação de euforia e bem-estar) não há espaço pra tristeza.

Muita música, limpeza mental e talvez uma yoga só pra alongar e voltar ao foco.

Pois é gente, quem tem vida perfeita e vive só de frases felizes normalmente é um bom marqueteiro mas não tão realista.
Pensem muito antes de comparar sua vida com a de alguém que vive feliz o tempo todo, por detrás das cortinas há muito mais do que você possa duvidar.

Namaste!

20 setembro, 2012

Faça isso e perca 10 kg em 1 semana!

Pegadinha do malandro hahahaha

Fala sério.
Se dedicar a uma alimentação saudável e exercícios regulares pra manter uma boa saúde pra grande maioria é frustrante, trabalhoso, são tantos problemas, responsabilidades, falta tempo, vontade, coragem.... Todo mundo quer resultados, instantâneos e sinto muito mas é IMPOSSÍVEL! Impossível manter, porque perder até eu consigo. Existem mil e um truques pra secar rápido mas... e depois? Volta tudo ne...Chato mas é o que acontece.

Um livro que me libertou desse pensamento de culpa por não estar fazendo direito foi o Flip the Switch como já falei em outro post mas pra quem não tem acesso ao livro, vou tentar dar algumas dicas por aqui.

Essa é a primeira da série:

                                               Queimando 24 hrs

                                                                                              

Post #1: Exercícios simples com peso pra fortalecer os músculos.


Músculos queimam mais calorias. Quando você faz exercícios localizados pra fortalece-los, eles precisam de tempo pra se recuperar e nessa recuperação eles estão usando adivinha o que? As benditas calorias! Sabendo disso o mais óbvio a se fazer é ganhar massa magra ou seja, fortalecer seus lindos glúteos, peitoral, bíceps e todos os outros rsrs 

The Sexy Workout
Agachamento + overhead press
Para: gluteos, panturrilha, quadríceps, ombros, triceps, costas
A. Com dois pesinhos (comece no pequeno até ir pegando mais força) eleve até a altura do ombro, palma da mão pra fora. Posicione os pés paralelamente na distancia da cintura.
Inspire e agache formando um ângulo de 90 graus com os joelhos (como se estivesse sentando numa cadeira imaginária)  Sempre mantenha a cabeça reta olhando pra frente.
Tente mecher os dedos dos pés e levantá-los um pouco de forma que seu peso fique no calcanhar.
Segure um pouco a posição.
B. Expire enquanto se levanta, elevando os pesos acima da cabeça ate que os cotovelos estejam totalmente estendidos.
Volte a posição inicial.

The Sexy Workout Triceps row
Foco: triceps
A. Com pés na distancia da cintura, joelhos levemente flexionados, curve-se ate que suas costas estejam quase paralelas com o chão.
Empine o bumbum e murche a barriga (hahaha faça!)
 Com um pesinho em cada mão forme um ângulo de 90 graus de forma que os cotovelos estejam tocando as costelas.
B. Extenda os braços pra trás, paralelos ao chão, segure um pouco (sinta o triceps hmmm)
Volte a posição de 90 graus.

Obs.: 15 repetições 3 vezes. Aumentando os pesos cada vez que notar que ficou fácil demais. Muita atenção na postura é essencial pra fazer correto e não machucar músculos e tendões que nao tem nada a ver com  a estoria.

São simples, fáceis de fazer, podem ser feitos todos os dias em qualquer horário (break do trabalho, assim que acorda, antes de dormir, etc...) Não exigem muito tempo e podem ser feitos quantas vezes quiser!
Não ter pesos em casa não é desculpa ta? Livros, saco de feijão-areia-açúcar, enfim, com criatividade você vai adaptando e moldando seus musculinhos aos poucos e sem culpa de não passar horas e horas e horas na academia.
Veja pelo lado que é melhor do que fazer nada e mesmo não dando aquele resultado imediato, já é um começo e está ajudando seu metabolismo a funcionar mais rápido.


Existem milhões de outros exercícios, quem quiser mais, deixa um comentário ai ;)

Motivação diária e muitas dicas Curta >>> EuGoista no FaceBook
Menu diário e blablablas em fotos, Siga >>> Instagram: @eugoista